16 de Setembro – Anavilhanas Lodge

Tivemos uma oportunidade incrível de ir a Novo Airão e desfrutar do Anavilhanas Lodge, podendo conhecer um pouco mais da Amazônia. Chegamos lá e fomos super bem recebidos pelo staff do Lodge com direito a um suco natural e um resumo dos passeios que haviam programado. Logo em seguida fizemos um tour pela redondeza conhecendo os chalés, o restaurante, a área social e a convidativa piscina infinita. Estávamos nos sentindo realmente de férias!

Nosso símbolo era o bicho preguiça, identificado por uma escultura de madeira tanto na porta do chalé quanto na mesa do restaurante. Após o jantar fizemos um safári noturno pelo rio com o Leandro, um guia super simpático e com grande conhecimento. Vimos diversos bichos, dentre eles alguns jacarés, diversos peixes (que inclusive saltavam dentro do barco!), várias aves e uma rã enorme. Sinceramente, não sabemos como ele a avistou, pois nós só acreditamos quando ele saiu do barco e pegou-a na mão para nos mostrar!

Na manhã seguinte, mais barco, na verdade tudo por aqui é feito de barco, afinal de contas estávamos à beira do Rio Negro. Fomos conhecer a Comunidade Cabocla nomeada de Tiririca e pudemos entender um pouco melhor como eles vivem e o que fazem. Além de trabalhos em madeira (sua especialidade) e os artesanatos feitos na maioria pelas mulheres, eles levam uma vida simples, mas feliz. Conhecemos algumas frutas típicas da região e vimos também o processo de produção da farinha de mandioca e como tudo é aproveitado, nada se desperdiça.

Outro passeio bem bacana que fizemos foi uma caminhada pela mata selvagem com o Chico, mais um guia nativo. Aliás, isso é uma coisa muito nobre que o Anavilhanas Lodge faz questão de seguir, que é trabalhar e contratar as pessoas da região, valorizando assim seu conhecimento e ajudando a melhorar a vida das pessoas. Nossa caminhada foi uma aula e tanto e aprendemos desde características medicinais de diversas folhas e árvores até nos depararmos com tarântulas enormes!

O passeio de canoa que fizemos pelo igarapé foi muito gostoso também. Vimos diversas aves e desenvolvemos um bom senso de equilíbrio, pois foi por pouco que não caímos na água. À tarde conhecemos os famosos botos cor-de-rosa e o vilarejo de Novo Airão. O restaurante flutuante, onde os botos vem todos os dias, virou atração e hoje em dia é tradição alimentá-los. Foi uma sensação incrível poder ficar tão próximo de um bicho selvagem como esse. Depois de brincarmos bastante com eles fomos conhecer o artesanato local.

Infelizmente o tempo passou muito rápido e já estava na hora de voltarmos a nossa vida na estrada, mas ainda tivemos tempo de fazer um passeio para ver o nascer do sol em uma região linda do rio. Conhecemos também um pouco mais do Arquipélago de Anavilhanas e aprendemos mais algumas coisas com o Krishina, mais um sábio guia.

Foi uma experiência muito especial e gostaríamos de agradecer a todo o staff e os guias do Anavilhanas Lodge pela atenção e por nos proporcionar esses dias incríveis. Recomendamos a todos essa vivência! Muito obrigado também ao Augusto e a Fabiana pela parceria. Valeu Pessoal!

Após essas pequenas férias, mais um grande desafio nos aguardava . . . a BR319!

1 comment to 16 de Setembro – Anavilhanas Lodge

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>